Cerrar

 BLOG 

Maiores produtores de alimento do mundo

Você também pode ouvir este artigo em áudio no player acima.

E o papel do Brasil no cenário mundial

O início da agricultura brasileira data do descobrimento do Brasil pelos portugueses. Logo no princípio da colonização, o Brasil voltou a sua produção rural para a cana-de-açúcar.

Apenas no século XVIII foi que trouxeram as primeiras mudas de café, movimento que nos colocaria no centro do mundo na produção da bebida. Pavimentaria, em seguida, o caminho para nos tornarmos um dos players do agronegócio no mundo.

Em meados dos anos 1960, o Brasil consolidou uma importação de cabeças de gado da raça Nelore, elevando o patamar da pecuária e do agronegócio brasileiro ao status de negócio de importância internacional.

É neste momento que temos um desenvolvimento do agro como uma questão estratégica no mundo. E nos fortalecemos como um país do agronegócio, ou agribusiness.

A partir de então, voltamos os olhares para a importância do investimento na pecuária e no agronegócio, tanto em tecnologia quanto nos negócios.

Até 2050, o Brasil será o produtor de 40% da demanda mundial de alimentos

Fonte: Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentos (FAO)

Os maiores produtores de alimentos do mundo

O Brasil está nos primeiros lugares no ranking mundial da produção de alimentos, e nos orgulhamos disso. Mas queremos mais!

Vamos ver o ranking atual.

1º – China

2º – Estados Unidos

3º – Brasil

4º – Índia

5º – Rússia

6º – França

7º – México

8º – Japão

9º – Alemanha

10º – Turquia

Conheça os 5 maiores produtores de alimentos do mercado global:

1º – China – 25% da produção mundial

Com mais de 1 bilhão de habitantes, a China lidera esta lista com a maior produção agrícola. Seu total é cerca de 25% de toda a comida produzida globalmente.

Superando US$ 865 bilhões em valor do que é produzido, o agro chinês mantém um pesado investimento em tecnologia, aliado a estratégias de auto suficiência e importações, de acordo com suas necessidades.

Seus investimentos alcançam tecnologias avançadas, como a utilização de drones, implementação do digital no campo, automatização da produção, entre outros.

2º – Estados Unidos – Digitalização do campo em franco desenvolvimento

Os Estados Unidos é um dos grandes investidores em tecnologias para o campo, visando objetivos ambiciosos no cenário internacional. Suas tecnologias englobam a eficiência no campo, na logística, na integração entre fornecedores de insumos, bem como a revolução no fluxo de dados no ambiente rural.

A cada levantamento, consolida-se como forte investidor em uma produção de crescimento exponencial. Seus produtos de maior cultivo e comercialização são a soja, o milho, frutos secos, algodão e a carne bovina.

3º – Brasil – O maior produtor mundial de açúcar, café e soja

Nas últimas décadas, o Brasil consolidou-se como um dos países mais importantes na produção de comida para o mundo. Lideramos a produção de açúcar, café e soja, além de sermos os maiores exportadores de milho, e o 4º maior produtor de grãos.

Embora estejamos ainda nos engajando na digitalização do campo, a tecnologia tem sido fundamental para tornar essa produção de ponta cada vez mais competitiva, conectada e sustentável.

O Brasil alimenta cerca de 10% da população mundial

4º – Índia – Maior produtor mundial de leite

Segundo país mais populoso do mundo, e com mais da metade da sua produção no trabalho rural, a Índia, há alguns anos, conta com a revolução tecnológica no campo como grande impulso para tornar-se um dos maiores produtores de alimentos.

Com forte investimento no campo tecnológico, os produtos que mais se destacam são: leite, peixes, aves, temperos e frutas.

5º – Rússia – O maior país do mundo entre os maiores produtores

Com 124 milhões de hectares em área cultivada, a Rússia mantém sua produção fortemente voltada para o setor de grãos, com cerca de metade das suas terras cultivadas. O país apresenta uma crescente exportação dos seus cultivos, demandando o investimento constante em novas tecnologias para manter-se competitivo no mercado.

O Brasil segue no caminho para ser o maior produtor de alimentos do mundo

Uma das grandes responsáveis pela competitividade na produção em larga escala é a modernização da agricultura. A longo prazo, pode colocar o país como referência no agronegócio de ponta e fazer de nós o líder no ranking.

E sabe o que é mais favorável para o Brasil? Temos espaço! Atualmente, o Brasil não possui nem 10% de seu território voltado para a agricultura.*

O Brasil, portanto, segue no caminho para tornar-se a grande potência agrícola do mundo e o maior fornecedor de alimentos. Seus investimentos, em relação aos demais produtores globais, ainda não são dos maiores. Mas conta com o engajamento crescente dos produtores.

Conheça algumas tecnologias para equipar a produção agrícola:

  • Utilização de drones
  • GPS agrícola e tecnologias de alta precisão
  • Sensores de monitoramento
  • Big Data
  • Internet das Coisas (IoT)
  • Automatização dos processos de produção

Essa combinação entre ciência, tecnologia e trabalho no campo nos propõe a automatização dos processos e a utilização cada vez maior dos recursos digitais.

Vale lembrar que a incorporação das tecnologias compreende todos os tipos de agricultura e seus estágios, desde o plantio, passando pelos processos industriais, até o fornecimento do produto ao consumidor. E a Profills do Brasil faz parte deste desenvolvimento da agricultura

e da indústria, fornecendo Máquinas para Envase com tecnologia de ponta.

Conheça nossas opções de Máquinas que melhor atendem ao seu produto, e revolucione o seu modelo de negócio!

*Fonte: https://www.conab.gov.br/ultimas-noticias/4316-estimativa-indica-aumento-na-producao-de-graos-na-safra-2021-22-com-previsao-em-288-61-milhoes-de-toneladas

Compartilhe!

Índice