Cerrar

 BLOG 

A Importância do Agronegócio

Você também pode ouvir este artigo em áudio no player acima.

E o papel do Brasil no cenário mundial

Dê uma olhada nos alimentos da geladeira e da dispensa. Você sabia que boa parte desses alimentos, sobretudo alimentos in natura, são produtos de uma história de investimento e desenvolvimento do agronegócio brasileiro, referência mundial e fornecedor de produtos cultivados para diversos países?

Conhecendo a história do agronegócio brasileiro

A origem do agronegócio no Brasil data da década de 1960, especificamente com a importação de cabeças de gado da raça Nelore, um verdadeiro salto para nossa pecuária e agronegócio como um todo. Foi ainda um período em que houve um desenvolvimento muito grande em áreas estratégicas da indústria produtiva.

Agronegócio: a palavra “agronegócio” consiste na convergência entre “agropecuária” e “negócio”, ou seja, um trabalho baseado em técnicas com todas as características que a grande indústria possui.

Com o início da profissionalização do agro no país e da necessidade de maior produção agrícola frente à demanda de uma população e renda per capita cada vez maiores, criou-se a nossa conhecida Embrapa.

A Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) é uma empresa que, na esteira desse desenvolvimento, foi criada em 1972 e vinculada ao Ministério da Agricultura, para compor uma série de investimentos na agricultura nacional, em gestão e ciências agrárias. Ela tem um papel muito relevante no cenário nacional na área de pesquisa e desenvolvimento do agronegócio.

Segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentos (FAO), até 2050, o Brasil produzirá 40% da demanda mundial de alimentos.

É muita responsabilidade!

Agronegócio ou Agribusiness

Ao falarmos de agronegócio, precisamos citar um termo que tornou-se muito popular, utilizado para identificar a grandeza dos negócios que partem do campo: o chamado “agribusiness”.

Agribusiness nada mais é que o conjunto de toda a estrutura do agronegócio brasileiro, indo muito além da fazenda, seu plantio, seus animais e os profissionais que ali trabalham. O agribusiness é composto pela grande indústria, pelas multinacionais e empresas de todos os tamanhos, dos milhares de profissionais que integram a cadeia produtiva do setor rural. Ou seja, o setor rural que se utiliza de toda a estrutura da indústria nacional enquanto uma grande rede de produção.

Toda essa estrutura é capaz de gerar mais da metade da riqueza do Brasil, potência mundial no setor.

  • O agribusiness brasileiro emprega mais de 18 milhões de profissionais;
  • Em 2019, o agronegócio respondeu por 21,4% do PIB brasileiro, ou R$ 1,55 trilhão.

O Brasil no cenário mundial

O agronegócio é considerado um motor da economia brasileira. Como comentamos anteriormente, o Brasil é uma potência na produção de insumos que abastecem boa parte da população global. Para se ter uma ideia, somos o maior produtor mundial de produtos como o açúcar, suco de laranja, café; o segundo maior produtor de algumas sementes; e o terceiro maior produtor de frutas e carnes.

Graças ao forte investimento das últimas décadas no setor, investimento em técnicas e tecnologia de ponta, nossa agricultura e pecuária está preparada para desenvolver-se nas mais diferentes regiões e climas. Além disso, conta com o investimento necessário para conectar-se às demandas ambientais, tornando seu agronegócio sustentável.

A responsabilidade ambiental do produtor rural brasileiro aliada ao que há de mais inovador no campo nos concede o que é, hoje, considerada a cadeia produtiva de alimentos mais moderna do mundo. São qualidades capazes de gerar um enorme excedente para abastecer o mundo.

  • Somos o quarto maior exportador mundial de produtos agrícolas, atrás apenas da União Europeia, EUA e China;
  • Em 2018, o superávit do agronegócio brasileiro foi de U$ 87,6 bilhões (dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços).

O Brasil e sua Agricultura 4.0

Um dos grandes fatores de desenvolvimento do agronegócio brasileiro e que nos coloca no topo do mundo em relação à modernização e eficiência de produção é nosso massivo investimento tecnológico.

Quando falamos em Internet das Coisas, Tecnologia da Indústria 4.0, inteligência artificial de ponta, entre outros, estamos falando de tendências que vão muito além das utilidades domésticas ou da indústria, mas de um setor importante que compreende também o trabalho no campo.

As novas tecnologias e a conectividade – cada vez mais veloz – fazem parte de todas as etapas da produção rural, desde o plantio, o escoamento dos produtos, até o produto final nas prateleiras dos supermercados. São soluções tecnológicas que nos proporcionam uma eficiência e produtividade incomparáveis e nos colocam no topo do mundo.

A Profills do Brasil, por exemplo, desenvolve Máquinas para Envase conectadas com a Tecnologia da Indústria 4.0, fornecendo maquinário para a indústria e para o agronegócio em diversos estados brasileiros e para o exterior.

Acreditamos que as soluções para o produtor do campo e para o industrial são o caminho do sucesso em um mercado em expansão e uma vitrine para o mundo. É também uma forma de incentivo social, tecnológico, produtivo e competitivo do país.

Compartilhe!

Índice