Close

 BLOG 

As Certificações dizem sobre uma Empresa

Você também pode ouvir este artigo em áudio no player acima.

As indústrias brasileiras, em especial a indústria alimentícia, passam por um processo de aperfeiçoamento que exige, cada vez mais, critérios rigorosos de controle de qualidade, tornando o cenário mais e mais competitivo. Não à toa o Brasil é hoje potência global na produção agrícola, por exemplo.

Há por trás do sucesso em tornar-se referência um maciço investimento em tecnologia e inovação, como foco na automação e na eficiência da produção, compatibilizando um alto nível de qualidade tão apreciado ante os mercados mais exigentes.

Para manter-se e destacar-se neste cenário, as empresas precisam observar os critérios presentes em normas nacionais e internacionais.

Vamos analisar neste artigo algumas das principais Normas, Certificações e Selos Nacionais e Internacionais utilizados para atestar o nível de controle de qualidade da indústria.

  • Norma Regulamentadora 10

A Norma Regulamentadora 10 trata dos requisitos para a instalação elétrica de maneira a preservar a saúde dos operadores do maquinário.

  • Norma Regulamentadora 12

Essa Norma define as “referências técnicas, princípios fundamentais e medidas de proteção para garantir a saúde e a integridade física dos trabalhadores e estabelece requisitos mínimos para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho nas fases de projeto e de utilização de máquinas e equipamentos de todos os tipos”.

  • ISO 9001:2015

O sistema ISO 9001:2015 se refere a uma série de protocolos e boas práticas de gestão de qualidade que, quando aplicadas de maneira conjunta e metódica nos processos da empresa, é capaz de garantir um alto nível de qualidade ao produto/serviço, visando a segurança e padronização do que é produzido, bem como a satisfação do cliente.

  • Directiva 2006/42/CE e Diretiva 2014/95/UE

São normas que definem regras para a segurança de máquinas no ambiente de trabalho, bem como na divulgação de informações não financeiras referentes ao impacto e à responsabilidade social desenvolvida pela empresa.

  • FSSC (da Foundation for Food Safety Certification) 22000

A norma FSSC 22000 estabelece critérios de produção que garantem a segurança do alimento. É uma norma mais abrangente, incluindo tanto a produção de alimentos para humanos quanto para animais, assim como metas para toda a cadeia produtiva, envolvendo também o transporte e o armazenamento de alimentos.

  • ISO 14001

Com um foco voltado para a sustentabilidade, a norma ISO 14001 trata das ações empresariais relativas à sustentabilidade ou reciclagem, isto é, uma gestão ambiental de recursos que busque oferecer produtos ou serviços de maneira sustentável. A cultura de boas práticas e aprimoramento dos processos de produção podem contribuir na conquista do selo ISO 14001.

  • ISO 17025

Diferentemente dos padrões ISO que comentamos neste artigo, a ISO 17025 diz respeito à padronização, precisão e qualidade das atividades desenvolvidas em laboratórios de ensaios e calibração. Com critérios garantindo uma produção com resultados confiáveis, tal norma exige um sistema de gestão desenhado para o setor de testes laboratoriais.

  • ISO 22000

Semelhante à ISO 9001:2015, a ISO 22000 diz respeito às regras e requisitos mínimos para a implementação de um sistema de gerenciamento voltado para a segurança de alimentos, com programas de monitoramento e melhoria na cadeia produtiva. Com o objetivo de fornecer alimentos de alta qualidade ao mercado consumidor, a ISO 22000 permite mapear os pontos fortes da linha de produção, assim como as áreas que necessitam de aprimoramento para manter a capacidade de controle dos riscos e da segurança do alimento.

Essas são apenas algumas das normas nacionais e internacionais que regem a cadeia de produção e os protocolos necessários para o controle de qualidade e padronização de tudo o que é disponibilizado ao consumidor.

Preciso obter estas Certificações?

O respeito a estas regras, independente do local de atuação e do setor de produção, gera confiança e o reconhecimento do consumidor e demais stakeholders, bem como maior assertividade para a obtenção de bons resultados.

Percebemos estes bons resultados no produto de qualidade, na confiança e credibilidade que a marca agrega ao longo dos anos e, principalmente, no aumento da competitividade da empresa no mercado, atributos que a Profills tem orgulho em acumular, graças ao objetivo de oferecer sempre as melhores Máquinas para Envase ao empresário que busca qualidade e confiança.

Compartilhe!

Índice